Agora: Moro decreta a prisão de Lula

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), com sede em Porto Alegre, encaminhou na tarde desta quinta-feira (5) à Justiça Federal no Paraná o ofício com a autorização para a execução da pena do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, pelo caso do triplex de Guarujá (SP). O petista foi condenado em segunda instância a 12 anos e 1 mês de prisão.

O documento foi encaminhado um dia após o Supremo Tribunal Federal (STF) negar um pedido de habeas corpus apresentado pelos advogados do ex-presidente, que tentava evitar a prisão de Lula.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A defesa pedia que a pena fosse cumprida somente após o trânsito em julgado da sentença, mas o recurso foi negado na quinta-feira (5), por 6 votos a 5, após 11 horas de votação dos ministros.

Comentários

PUBLICIDADE